Podemos andar de comboio?

Ele é um curioso nato!
É um miúdo super observador, com uma memória de elefante que nem eu consigo bem compreender, inteligência, graças ao Céu… não lhe falta.
Depois claro, tem o seu feitio que nos saiu do pêlo, dizem que as personalidades fortes são mais ou menos assim, mas apesar de tanta vez ter sido “duro de roer” é um doce de miúdo.

Podia ficar a descrever e a babar para cima do meu filho, mas não me parece bem. Hoje, queria mostrar um bocadinho do que fomos ontem: Domingueiros por Lisboa!
O Manuelzinho já me tinha pedido para andar de comboio, eu disse que sim, que iríamos no fim de semana.
Ele soube esperar e chegou o dia tão esperado.

A alegria que lhe ia na cara, o brilho dos olhos, os saltos de alegria.
É tão especial podermos proporcionar e dar estas coisas, bem simples, que também nos vêm do coração, que para eles são pedidos grandes, e que aos três rasgou sorrisos. Que não custam mesmo nada, só tempo e disposição.
Talvez por isso mesmo, porque seja uma coisas simples, até quase banal, mas que foi planeada e sonhada com tanto cuidado, o dia estava tão do nosso lado, voltámos para casa já de noite, com o fim na casa “do Jesus” para agradecer as alegrias deste dia, que foi um dia com um sabor muito especial para os três.

Acho que nos deixamos cair tanto nas rotinas, quer em em casal, só os dois… quer em família, só os três.
Parár para desfrutar dos momentos que nos são tão necessários. E são eles mesmo, tão necessários, não chega só uma presença física todos os dias, precisamos de parar, olhar o mar, saborear o tempo, fazer pin-nic´s, pensar no que vamos fazer, dizer que não a outras coisas aparentemente urgentes mas não prioritárias e ir, estar, beber de uns e outros, olhar uns para os outros, crescer e partilhar.
Acho que a isto chama-se viver e amar, talvez.
São estes momentos, que a mim, a nós nos completam, o nosso erro é só não o fazermos isto mais vezes, e repito… em casal e em família…

Aqui fica um bocadinho em imagens, de um dia de verão à beira rio, nesta nossa bela cidade cheia de línguas europeias.
Próxima paragem será pelo Norte, Porto, para onde vos peço dicas de sítios (em família) a não perder!!

 

 

 

No Comments

Post A Comment