Viagem de grávida :: Hello 2º Trimestre

#Diário de bordo | Week 16

Já me tinham falado em como não há duas gravidezes iguais, assim como não há dois filhos iguais, e de facto, faz todo o sentido… Quando consegui introduzir isto na minha cabeça, muita coisa ganhou muita lógica.

É que, não é ser constantemente crítica da sociedade e afins, mas bolas, às vezes quer-se tudo demasiado igual, tudo arrumadinho na mesma caixinha, e não… não somos jamais todos da mesma caixinha.
Confesso que hoje em dia, tornei-me esta pessoa muito resistente a fórmulas e protótipos chapa 3 iguais para todos.
Porquê fazer de tudo igual, quando somos TÃÃÃO diferentes!?

Re-focando, esta está a ser uma gravidez diferente da primeira, e dou graças a Deus porque está a ser muito, muito tranquila e boa.
Talvez porque não seja tudo uma novidade, porque já sabemos o que vem depois, os sintomas, as sensações, as alterações do corpo, da cabeça….
Apesar de tudo vivido, eu amei estar grávida da primeira vez, e estou a amar estar desta. Não me sinto limitada, e pelo contrário, o meu corpo parece que fica no meu melhor, no meu expoente máximo… A alguém isto acontece?

Fico equilibrada em relação à comida, a minha compulsão amansa muito, não vivo obcecada com comer, comer, comer…

Já tenho andado a trazer à tona temas mais sensíveis para mim, de má, muito má, experiência de primeira viagem: Parto, amamentação.
Mas assim de verdade? Já pensei nestes assuntos, mas por serem ainda tão sensíveis não consigo já resolver a fundo, então vou esperando mais um pouco, encarregando a vida de que me ajude a resolver…
Prometo que depois volto a escrever em separado sobre cada um.

Em suma sobre esta segunda viagem:
– Sinto-me muito bem física e psicologicamente, apesar da entrada nas mudanças repentinas de humor! Bah, hormonas…
– A barriga e o bebé estão a colaborar muito, está tudo a crescer devagar o que me tem facilitado muito os dias intensos de trabalho;
– Tornei-me mais tranquila, não “stresso” nem à primeira, nem à segunda… Apesar de ter uns restícios daquele medo que ganhei da ameaça de aborto do Manuel, há sempre assim um miudinho na dúvida de que me possa estar a  esticar e fazer mal ao bebé.
– Claramente há todo um relaxe ou talvez desleixe geral… Não há pressa para nada, não se sabe bem a quantas semanas se anda, as pessoas perguntam com muito entusiasmo em que semana estou de gravidez e eu fico com ar de parva a ter que fazer imensas contas e acertar na data correcta de gestação, hahah!!!
– Não há pressa para fazer o enxoval, não ha pressa para tratar do carrinho, não ha pressas over all, e que bom! Sei que qualquer dia e a dada altura há que me pôr a pau, porque este tempo voa, não é verdade!?

Por aqui, os três estamos muito felizes com esta nova etapa, ainda que ela implique voltar tudo ao zero, confesso que isso me dá muita preguiça e algum susto, os berros, as noites mal dormidas, a falta de tempo…
O desmazelo de Mãe das primeiras semanas de recuperação, a recuperação, o corpo cada vez pior, já que a genética é pouco amiga, etc, etc.

Já me perguntaram muito, se o Manelinho  já saberia da novidade.
Soube no mesmo dia em que eu soube, para mim não fazia sentido não contar.
Foi ele que comigo, fizemos um desenho para contar a boa notícia ao Pai quando chegou do trabalho, foi um momento mágico nosso.

Reza e agradece todos os dias pelo bebé na barriga, preocupa-se, pergunta, um verdadeiro amor, que me derrete o coração.
Ando a gozar todos os últimos cartuchos só com ele, espero conseguir equilibrar bem as coisas quando tiver que repartir as atenções, esse será todo um novo mundo a descobrir.

Até lá, vamos continuando a dar o nosso melhor, a falar, a re-definir, a reajustar, a corrigir as coisas menos boas a aparar arestas e a focarmos-nos no nosso núcleo que somos nós, a nossa família.
Estes últimos tempos têm nos ensinado tanto…

Dou novidades em breve, e quando estiver certa do sexo do bebé prometo que me visto de uma só cor e tiro uma fotografia para partilhar!!
Um beijinho a todas as grávidas a todas as Mães e a todas as famílias.
Inté,

MU

4 Comments
  • Marta Dotti
    Posted at 11:07h, 09 Outubro Responder

    Realmente não há gravidezes iguais! A minha primeira foi uma tranquilidade e a segunda, nem por isso! Mas uma coisa é certa, essa paz e descontracção que estás a viver agora vais vivê-las também com o novo bebé! Já temos muito mais segurança a dar os primeiros banhos, a amamentar, a lidar com o choro estridente.. É mais fácil! Quanto ao parto, raramente são iguais também por isso tenho a certeza que só te esperam coisas boas desta vez 🙂 um beijinho enorme!

    • Maria do Carmo
      Posted at 13:08h, 09 Outubro Responder

      Querida Marta,
      Vou levar comigo tudo o que partilhas, e a torcer para que de facto seja tudo mais pacífico lá para Março! Que maravilha saber que esta maior descontração se aplica também aos novos bebés, que paz maior!! Não andarmos sempre naquela aflição de tudo ser novidade a aprender a lidar com tudo…
      O choro…
      hehe!!! Bem, mas a verdade é mesmo mesmo que tudo passa a voar, quando olhamos para trás é isto… Casamento, um filho, outro a caminho, a mesma miúda, ainda ontem era teen! How funny Life is <3
      Muitos beijinhos

  • Inês Sousa
    Posted at 11:56h, 09 Outubro Responder

    Um grande beijinho de Parabéns !!! Tudo a correr pelo melhor 💓😘

    • Maria do Carmo
      Posted at 13:04h, 09 Outubro Responder

      Obrigada querida Inês.
      Um beijinho muito muito grande <3

Post A Comment