O que vai na mala da maternidade

(Palavras a bold com links directos)

Olá aqui de novo,

Por aqui, continuo uma desleixada na rotina e nos artigos do blogue! Desmazelada mesmo, não é?
Foco 100% no instagram, e depois nada.
Na verdade, estou apaixonada pela rede social do momento: O instagram.
É rápido, fácil, não tem toneladas de spam com que o facebook anda, nem de anúncios, estão lá os amigos, é intuitivo… enfim, até à data com muitas vantagens e a crescer a passos largos.

E por lá, a pedido de algumas famílias e como prometido, disse que vos escrevia sobre o que vai na mala de maternidade para o hospital.
Ou melhor, o que levo afinal não em uma, mas nas duas malas de maternidade?

Em primeiro lugar, porquê duas?!
O Bebé irá nascer, se tudo correr bem, no hospital de Cascais. Já o fomos visitar, gostámos, e por tantas outras razões que posso aprofundar noutro post. Muitas delas, ainda ligadas ao nascimento do Manel, não dá para desligar de muitos factores passados.
E, no hospital de Cascais, pedem-nos que levemos duas malas:

  1. Uma pequena mala para a sala de partos, com o essencial.
  2. A mala de internamento para Mãe e bebé.

Mostro-vos então, o que levo na primeira mala, Handmade pela querida Mariana do: “Projecto alfacinha”
especialmente feito para nós, que o Pai Manuel levará para a sala de partos. 
Guiei-me por uma lista aconselhada pelo hospital e pelo centro de saúde, com as coisas fundamentais e necessárias (alguns itens variam muito de local para local onde poderão ter os vossos filhos):

 (Mala handmade / “projecto alfacinha”)

  1. A primeira roupa do bebé. Este, foi o único ponto que não segui na lista de aconselhamento.
    Nessa lista, aconselham babygrow´s e aqui por casa somos fãs dos cueiros para os primeiros meses / semanas de vida.
    Assim, a primeira roupa para o Fernando é: O mesmo cueiro que o Manuel usou quando nasceu.
    Feito pela querida Rita, que nos ofereceu, e desde o início foi o nosso predilecto.
    Levamos também um body com folhinho, sapatinhos em lã, collants para o caso de estar muito frio.
    Essencial: Gorro. Pois nas primeiras horas de vida eles perdem muito calor pela cabeça e há que estar bem protegida.
  2. Uma manta para o bebé em lã azul feita também para o Manuel pela “Tia” Domingas.
    É em forma de triângulo o que dá um jeitão para os enrolarmos.
  3. Pensos e cuecas para mim. (descartáveis e não descartáveis. No parto do Manuel não usei as descartáveis).
  4. Chinelos de duche para mim.
  5. Exames realizados durante a gravidez + Cartão de cidadão.
  6. Levo também uma pequenina imagem de Nossa Senhora, esculpida em madeira que a minha Mãe me trouxe da Terra Santa, para Maria estar sempre a olhar por nós naquelas horas em que ali estivermos.
  7. Não podia faltar: A minha máquina fotográfica. Vou explorar por lá este tema e pedir que me deixem fotografar (se conseguir ter capacidade para isso) o nascimento do Fernando.

Na mala de internamento

 

PARA BABY:

  1. 3 conjuntos de roupa: boddy, cueiro, collants, botinhas e toca, devidamente separados em saquinhos de pano.

2. Necessaire (escova cabelo, compressas, água de colónia Musti, tesoura das unhas, 2 chuchas);
3. 1 pacote fraldas tamanho 1 continente;
4. Toalhitas Mustela para pele extra sensível 99% à base de ingredientes de origem natural, aptas desde o nascimento;
5. Toalha de banho com capuz;

6. Duas fraldas de pano;
7. Toca VOBBA para a saída da maternidade;
8. Duas fitas para chucha;
9. 2 boddys extra (com e sem folho) +. 1 collants extra;

PARA MIM:


1. Camisa de noite da “Matchy Matchy” que AMOO, a fazer conjunto com um babygrow para o bebé (lindo de morrer!!) + uma que as minhas amigas me deram no babyshower do Fernandinho da H&M às risquinhas, com botões de alto a baixo. Tão gira que a vou usar em modo camisa de noite e camisa normal por ser tão gira.

2. Chinelos de quarto (Zara home);
3. Roupão (ainda está para lavar, hehe);
4. Casaquinho de lã para dormir (sou uma friorenta);
5. Necessaire com itens de higiene pessoal;
6. Mais pensos e roupa interior;
7. Dois soutiens de amamentação;

PARA A SAÍDA:

  1.  Roupa de saída do hospital (confortável);
  2. A NOSSA NOVA AQUISIÇÃO: Carrinho e ovo + ISOFIX bebé confort – Modelo Zélia

    (Vídeo do youtube de demonstração – https://www.youtube.com/watch?v=5qi_7uYJ3ag)


    Aconselhado e adquirido na supra suma qualidade: Loja 100% Bebé, onde eu aconselho TODAS as Mães e Pais a irem, seja pedir ajuda, pedir informação, comprar ou saber mais sobre produtos e sobretudo SEGURANÇA rodoviária para os nossos filhos.
    Este é um ponto a não descuidar – NUNCA. Se forem como eu há muita coisa que não saberão, como por exemplo:
    Um carro sem isofix, não quer dizer que não possa ter sistema isofix. Este instala-se apenas por 50€, ganhando um conforto inacreditável e claro, muita segurança.3. FORRA! Linda de morrer para o ovo, feita à mão e especialmente à medida para o ovo da bebé confort, para assim, manter e respeitar todas as normas de segurança pela talentosa: “C & F New borns”

Espero que este post vos tenha sido útil, qualquer dúvida ou ajuda que precisem, Mu está por aqui.
Um ENORME beijinho,

A vossa MU

No Comments

Post A Comment